maio 18, 2016

Conheça 10 assassinos em séries que te provocarão arrepios na espinha


“Quando vejo uma linda menina descendo a rua eu penso duas coisas: uma parte de mim quer leva-la para sair, conversar, ser gentil e trata-la bem ..e a outra parte de mim se pergunta como a cabeça dela iria ficar em uma vara”. Edmund Kemper


Eles eram pessoas "normais" mas tinham a maldade em suas mentes. O mundo dos assassinos em série, ou se preferir, serial killers, é estudo para profissionais de várias categorias. Mas será que a maldade pode ser justificada por problemas psicológicos? São perguntas que talvez nunca serão respondidas. A verdade é que os assassinos em série estão "escondidos" em todos os lugares do mundo, talvez um deles esteja bem próximo a você.

Tente ficar impune ao conhecer o festival de horrores que os assassinos dessa lista protagonizaram.

Enjoy!



Dorothe Puente - Essa senhora  velha e inocente foi apelidada pelo Departamento de Polícia de Sacramento como “Senhoria da Casa da Morte” (ou “Hospedeira da Casa da Morte”). Nos anos 80, Puente alugou quartos em sua casa para idosos e mentalmente deficientes da região de Sacramento. Ela pegaria os cheques da segurança social que chegam  do correio para seus pensionistas e se alguém reclamar seria morto e enterrado no quintal. Ela foi finalmente descoberta em 1988 com a polícia encontrando nove corpos em seu quintal.



Edmund Kemper - O Assassino “Co-Ed” (Alguns traduzem como Ed Matador de Colegiais) é como ele foi conhecido, Kemper foi um assassino em série, necrófilo, estuprador e canibal. Ele matou seus avós quando tinha apenas 15 anos e foi sentenciado a cinco anos em um hospital psiquiátrico para jovens criminalmente insanos. Quando foi solto, ele realizou uma matança em Santa Cruz, CA, pelos próximos anos tirando a vida de dez estudantes mulheres da área. Patrick Bateman cita Kemper em American Psycho, apesar disso a citação é erradamente atribuída a Ed Gein. A citação é: Voce sabe o que Ed Gein (Kemper) disse sobre mulheres? … Ele disse: “Quando vejo uma linda menina descendo a rua eu penso duas coisas: uma parte de mim quer leva-la para sair, conversar, ser gentil e trata-la bem ..e a outra parte de mim se pergunta como a cabeça dela iria ficar em uma vara”


Fred e Rose West - Esse casal se tornou realmente horroroso, matando 10 garotas britânicas (uma delas sua própria filha) e um garoto de 4 anos, em seus 20 anos de pura maldade. Fred estuprou a maioria das garotas, com a ajuda de Rose, e desmembrou e enterrou seus corpos no quintal. Eles só foram capturados quando acharam uma gravação de Fred estuprando umas de suas filhas.


Robert Hansen - Como algo saído de "The Most Dangerous Game", Hansen gostava da caça que a maioria dos assassinos em série procuram, porém ele levou isso a um novo nível. De 1971 a 1983 Hansen matou o que alguns estimam em 30 mulheres, com 15 mortes confirmadas. Após dias de abuso sexual em sua casa, ele levava suas vitimas a uma parte remota de Achorage, Alaska em seu bosque plano, soltava-os, e os caçava na mata com uma Ruger Mini-14. Ele morreu na prisão em 2014.


Leonarda Cianciulli - Conhecida como o “Fazedor de sabão de Correggio”, Cianciulli foi uma assassina em série italiana que transformava suas vitimas em sabão. Ela foi uma mulher bastante supersticiosa e foi bem protetora com seus filhos sobreviventes, a maioria morreu quando eram jovens. Quando seu filho foi  selecionado para o exercito italiano na 2ª guerra mundial, ela achou que um sacrifício humano foi o único jeito de salvá-lo. Ela matou 3 vizinhos após atraí-los para sua casa com a pretensão de ler sua sorte. Ela virava seus corpos e transformava a gordura em sabão e teacakes que ela dava para seus outros vizinhos.


Carl Panzram - Intitulado por alguns como o assassino em série mais sádico dos tempos modernos, Panzram confirmou 22 assassinatos e mais de 1000 estupros de homens jovens. Ele é mais conhecido por roubar a casa do presidente William Howard Taft, roubar joias e uma colt m1911, pistola calibre .45. Ele comprou um iate com o lucro dos roubos e atraia marinheiros bêbados dos bares de Nova Iorque, onde iria acedia-los sexualmente e mata-los. Ele cometeu crimes por todo os Estados Unidos e foi finalmente executado em Leavenworth em 1930.


Dagmar Overbye - Entre 1913 e 1920, Overbye assassinou entre 9 e 25 crianças, uma delas sua própria filha. Trabalhou como cuidadora de crianças em Denmark e estrangulava, afogava ou queimava as crianças vivas. Ela admitiu 20 assassinados mas foi condenada por 9 deles.


Tommy Lynn Sells - Foram confirmados o assassinato de 22 pessoas pelos Estados Unidos ao longo de 20 anos, cometidos por Sells. Não muito é conhecido sobre Sells, apenas que ele foi abusado sexualmente quando criança e vagava clandestinamente nos trens desde muito jovem. Ele tinha 16 anos quando matou sua primeira vítima e 35 quando matou sua ultima. Ele foi executado por injeção letal no dia 3 de abril de 2014.


Serhiy Tkach - Ex investigador policial Serhiy Tkach sabia como cobrir seus rastros… ou era o que achava. O Ucraniano nascido na Russia e investigador policial supostamente tirou a vida de 100 meninas entre as idades de 8 e 18 anos, estrangulando-as e praticando atos sexuais em seus corpos. Em seu julgamento ele pediu por penalidade de morte, porem, a corte achou que ele deveria conviver com sua culpa, condenado por 36 dos assassinados e sentenciado a prisão perpétua.


Authur Shawcross - Conhecido como o “Assassino de Genesee River”, Shawcross assassinou uma menina de 8 anos após assedia-la sexualmente. Ele foi condenado por homicídio culposo e depois de um período de doze anos na prisão foi libertado em condicional. Depois de se mudar para várias cidades em New York com sua namorada, Shawcross começou a matar novamente, desta vez , ele assassinou doze prostitutas em um período de dois anos. Ele morreu na prisão em 2008 .






Nenhum comentário:

Postar um comentário