junho 30, 2014

10 fatos surpreendentes sobre a indústria pornográfica


O sexo é o assunto mais comentado do mundo! A industria pornográfica fatura milhões explorando as fantasias sexuais reprimidas em cidadãos comuns.

A pornografia é o conteúdo mais acessado da internet, e isso inclui você! Mas existe fatos sobre o mundo pornográfico que você desconhece.

Conheça 10 fatos surpreendentes sobre a indústria pornográfica!



1 - As pessoas precisam usar número de Segurança Social para acessar qualquer material pornográfico online.


2 - Se você for pego vendo pornografia na Coreia do Norte, a punição é a morte.


3 - Mesmo que seja ilegal transmitir pornografia em alguns países, se você se hospedar em um hotel, não existe problemas. Acontece que esses lugares possuem passar livre do governo para liberar material adulto para os visitantes internacionais.


4 - Qual a parte do corpo feminino que você acha que os homens se concentram quando estão assistindo um pornô? Não é a bunda, os peitos, ou pernas. É a face! De todas as partes do corpo, os homens preferem olhar o rosto das mulheres. É um pouco irônico, não acha?


5 - Em qualquer segundo do dia, 30 milhões de pessoas estão assistindo pornografia.


6 - Atores pornô ganham até três vezes mais atuando em filmes gays.


7 - Em 2001, havia certa de 70.000 sites adultos. Hoje, existem mais de 4,2 milhões de sites pornográficos apenas nos Estados Unidos.


8 - Jenna Jameson não é destaque em um filme pornô desde 2007, mas ela continua a ser a estrela pornô que mais fatura. Ela ganha em média 30 milhões dólares por ano. A atriz Tera Patrick vem em segundo lugar com um faturamento de 15 milhões de dólares por ano. Essa é a prova que putaria da dinheiro!


9 - A maioria dos sites pornográficos, gratuitos e pagos, compram ou copiam materiais de desenvolvedores. Uma pequena porcentagem desses sites possuem conteúdo próprio.


10 - Mulheres assistem pornô! Se uma mulher afirma que não assiste pornô, ela está mentindo. As pesquisas mostram que elas acessam mais pornografia do que Facebook, Twitter e afins.



Nenhum comentário:

Postar um comentário